Dez atletas do Gafanhori subiram ao pódio no II Troféu Coruche Capital Mundial da Cortiça que, no dia 10 de Janeiro, abriu a temporada 2015 de orientação pedestre, no mapa da Lamarosa.

Os medalhados foram: Tiago Romão (3º HE), Rita Rodrigues (3ª DE), Grigas Piteira (3º H21B), António Aires (1º H45), Manuel Dias (2º H50), Assunção Almeida (1ª D50), Cathy Dawson (3ª D50), Roy Dawson (2º H60), Sinikka Ovaskainen (2ª D60) e Jorma Ovaskainen (1º H70).

Por serem os cartógrafos do mapa, produzido em 2010 e atualizado em 2014, Raquel Costa e Tiago Aires participaram extracompetição, tendo a Raquel efetuado o melhor tempo de DE e Tiago o 4º melhor de HE. Nos escalões de formação, Miguel Reto classificou-se em 3º lugar em H12.

O Gafanhori apresentou-se na Lamarosa com 22 atletas, sendo o 5º clube com maior número de participantes. Estavam inscritos 423 concorrentes, provindo do COC o grupo mais numeroso (64). A 2ª equipa mais volumosa (34) foi o Ori-Mondego, que fez a sua estreia nesta prova. Trata-se de uma formação que inclui basicamente orientistas desvinculados do Ginásio Figueirense na sequência de um conflito que estalou durante a preparação do Troféu Armindo Peres (Ansião, out 2014). Já com os fatos do novo clube, os associados do Ori-Mondego constituíram, na Lamarosa, uma jovial onda de azul neste frio mas luminoso sábado de inverno.

Entre as novidades deste início de época, o nosso clube esteve igualmente em plano de evidência, com a chegada de Tiago Romão e o regresso de Raquel Costa e António Aires.

Surpreendente também foi a decisão de Miguel Silva, que trocou o CPOC pelo Clube de Montanhismo do Funchal. O campeão nacional absoluto fez valer na Lamarosa os seus pergaminhos, batendo Romão por 30 segundos e só perdendo por 1.03 para Edgars Bertuks, campeão do Mundo de Distância de Média em 2012. O atleta da Letónia, que escolheu Portugal para treinar neste início de 2015, foi a estrela maior do Troféu da Cortiça que, curiosamente, ofereceu arroz aos vencedores. Os campos do Sorraia, com efeito, colocam este produto ao lado do sobreiro entre as jóias de Coruche.

De tarde, e no mesmo mapa da distância média mas desta vez sem representação de caminhos para os escalões mais competitivos, realizou-se uma prova de estafetas de dois atletas.

O Gafanhori venceu em Sen M (Manuel Horta e Tiago Romão), Vet M (Manuel Dias e António Aires) e foi 2º em Vet F (Cathy Dawson e Assunção Almeida).

Em paralelo com a jornada de orientação pedestre, decorreu na Lamarosa a primeira prova a contar para a Taça de Portugal de Orientação de Precisão (TempO), que contou com 40 participantes. A vencedora foi Inês Domingues, seguida pelo seu irmão Edgar (tem o mesmo nome mas não fala letão). Um trio de “gafanhotos” ocupou as posições 5-7 (Raquel, T. Aires e Grigas).

Resultados completos das três provas em http://trofeucoruche2015.coac.pt/index.php/resultados

 

Fotografia por: Joaquim Margarido

Texto por: Manuel Dias